"Zelando pelos princípios do Reino"

PANIM – A PRESENÇA DE DEUS

Ao meu coração me ocorre: buscai a minha presença; buscarei, pois, Senhor, a Tua presença.”

Salmo 27:8

Quão indescritível é estar na presença de Deus, como é maravilhoso estar envolvido em sua presença, é algo único, incomparável!

Deus é onipresente, isto é, em sua grandeza Ele está em todos os lugares, vemos esta verdade expressa no salmo 139:7-12.

 

Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também, se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins das mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá. Se eu digo: As trevas, com efeito, me encobrirão, e a luz ao redor de mim se fará noite, até as próprias trevas não te serão escuras, as trevas e a luz são a mesma cousa”.

Salmo 139:7-12

 

Esta é a onipresença de Deus, em que todos os seres humanos estão envolvidos, porém há algo infinitamente maior e profundo, a presença revelada de Deus, nesta situação nem todos podem usufruir, isto é, existe uma grande diferença entre a presença de Deus e estar na presença de Deus.

A palavra hebraica que define a presença de Deus é panim םינפ que significa face, quando Moisés subiu ao monte para receber os mandamentos do Senhor as escrituras afirmam que o Senhor falou Panim el panim םינפ לא םינפ face a face, naquele momento Moisés estava na presença de Deus.

 

E falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala com seu amigo;”

Deuteronômio 33:11a

 

Temos outro caso em que Jacó em um momento decisivo de sua vida teve uma experiência com o Senhor e sua Presença:

 

E chamou Jacó o nome daquele lugar Peniel, porque dizia: Tenho visto a Deus face a face, e a minha alma foi salva”.

Gênesis 32:30

 

Sendo assim, entendemos que estar na presença de Deus é estar face a face com Ele; isto é muito profundo, pois o próprio Deus nosso Senhor declarou:

 

E disse mais: Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum verá a minha face, e viverá.”

Êxodo 33:20

 

Podemos aplicar esta afirmação quanto a nossa vida espiritual, isto é, uma vez na presença de Deus, morremos para nossas próprias vontades para viver as vontades do Senhor, não existirá arrogância em nós porque contemplaremos quem é Excelso, não haverá orgulho, pois os mortos não têm sentimentos. No texto citado acima de Gênesis 32:30 vemos que uma vez na presença de Deus Jacó nunca mais foi o mesmo, o texto diz que ele lutou com Deus e foi preciso que o Senhor tocasse na coxa de Jacó e ele passou a mancar por toda a sua vida, Jacó nunca mais andou do mesmo jeito, sua vida foi transformada!

Tendo recebido a compreensão sobre a Presença, que é estar face a face com Deus, olho no olho, em um relacionamento firmado em verdade, sinceridade, amor e temor podemos nos aprofundar no tema deste estudo.

O salmista ao expressar o verso no cabeçalho deste estudo declarou que algo lhe ocorreu em seu coração, podemos afirmar que todo dom vem de Deus:

 

Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.”

Tiago 1:17

 

Este sentimento, que o salmista declarou que o surpreendia é o chamado de Deus para nos relacionarmos com ele, quantas vezes em nosso dia a dia em um determinado momento sem que estejamos esperando somos surpreendidos com uma vontade de buscar a face do Senhor, mesmo que estejamos fazendo algo completamente oposto a comunhão e adoração este despertar ou chamado nos toca, neste momento a única coisa correta a se fazer é ouvir e corresponder ao chamado de Deus é pararmos tudo o que estamos fazendo para poder simplesmente ouvir a sua voz! Maria deixou seus afazeres para assentar-se aos pés do Mestre para ouvi-Lo e quando sua irmã Marta o questionou Cristo declara que Maria havia escolhido a melhor parte e isto não lhe seria tirado (Lucas 10:42).

Davi era alguém que conhecia a presença no salmo 24 ele declara:

 

Esta é a geração daqueles que buscam, daqueles que buscam a tua face, ó Deus de Jacó.”

Salmos 24:6

 

Nosso Deus e Pai está a procura destes que queiram ter com Ele um relacionamento intimo e que priorizam a Sua Presença acima de todas as coisas, custe o que custar, que correspondem ao chamado sem medir esforços.

Ainda dentro deste contexto vemos no texto do livro do Êxodo a persistência e determinação de Moisés pela presença de Deus:

 

E falava o SENHOR a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial; mas o seu servidor, o jovem Josué, filho de Num, nunca se apartava do meio da tenda. E Moisés disse ao SENHOR: Eis que tu me dizes: Faze subir a este povo, porém não me fazes saber a quem hás de enviar comigo; e tu disseste: Conheço-te por teu nome, também achaste graça aos meus olhos. Agora, pois, se tenho achado graça aos teus olhos, rogo-te que me faças saber o teu caminho, e conhecer-te-ei, para que ache graça aos teus olhos; e considera que esta nação é o teu povo. Disse pois: Irá a minha presença contigo para te fazer descansar. Então lhe disse: Se tu mesmo não fores conosco, não nos faças subir daqui. Como, pois, se saberá agora que tenho achado graça aos teus olhos, eu e o teu povo? Acaso não é por andares tu conosco, de modo a sermos separados, eu e o teu povo, de todos os povos que há sobre a face da terra? Então disse o SENHOR a Moisés: Farei também isto, que tens dito; porquanto achaste graça aos meus olhos, e te conheço por nome. Então ele disse: Rogo-te que me mostres a tua glória. Porém ele disse: Eu farei passar toda a minha bondade por diante de ti, e proclamarei o nome do SENHOR diante de ti; e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, e me compadecerei de quem eu me compadecer. E disse mais: Não poderás ver a minha face, porquanto homem nenhum verá a minha face, e viverá. Disse mais o SENHOR: Eis aqui um lugar junto a mim; aqui te porás sobre a penha. E acontecerá que, quando a minha glória passar, pôr numa fenda da penha, e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado. E, havendo eu tirado a minha mão, me verás pelas costas; mas a minha face não se verá.”

Êxodo 33:11-23

 

Moisés não aceitou outra coisa se não a Presença do Senhor, neste período Cristo nosso Senhor não havia se manifestado em carne para cumprir o plano da redenção, o véu do templo ainda não havia sido rasgado, e por isso Moisés não pode ver a face do Senhor, mais em certa ocasião os discípulos pediram a Jesus:

 

Disse-lhe Felipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.”

João 14:8

 

Ao ouvir isto Cristo declara:

Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tende conhecido, Felipe? Quem me vê a mim vê o Pai, e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?”

João 14:9

 

Com a morte de Jesus na cruz, a rocha que fora cortada sem auxílio das mãos de homens, podemos ser enxertados nela, escondidos nela e assim vermos a face do Pai, um novo e vivo caminho nos foi consagrado na rocha para que possamos vê-Lo panim el panim, face a face.

 

Profeta Ariel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.